(Atualização do texto original de 05/jun/2013) Por sua simplicidade e antiguidade, a caderneta de poupança, ou poupança, é um dos investimento mais tradicionais no Brasil. E esta popularidade não é para menos:

– Não há limite mínimo para a sua aplicação;

– Não há taxa de administração;

– É isenta de imposto de renda e IOF (para pessoas físicas e empresas sem fins lucrativos);

– Não há limite para resgate;

– Não há prazo de carência, ou seja, pode-se efetuar o resgate a qualquer tempo;

– Os depósitos são remunerados pela TR (Taxa Referencia) acrescidos de juros mensais mensais para pessoas físicas e trimestrais para pessoas jurídicas;

– Aplicações de até R$ 250.000,00 são garantidas pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos);

Como as regras de funcionamento são estabelecidas pelo Banco Central, a poupança em qualquer instituição financeira é padronizada.

Como investir na poupança

A economia consiste em saber gastar e a poupança em saber guardar.Orison Swett Marden

Apesar de ainda ser um investimento bastante popular, principalmente entre os pequenos poupadores, a poupança tem obtido menor captação recentemente por conta do surgimento de outros investimentos como a LCI e a LCA, que também são isentos de imposto de renda para pessoa física. Além disto, o investimento em títulos do governo brasileiro, como as LFTs, através do Tesouro Direto, acabou por atrair também parte do público que investia em poupança.

Esta diminuição do apelo da poupança pode ser vista no gráfico abaixo, que exibe a captação líquida dela ao longo dos anos. Após atingir o recorde de captação em 2013 com mais de R$ 71 bilhões, em 2014 a captação não passa dos R$ 15 bilhões (dados até 19/nov/2014).

Captação líquida poupança - Evolução anual

Captação líquida poupança – Evolução anual

 

A situação fica ainda mais aparente na comparação mensal entre os anos de 2013 e 2014, exibida no gráfico abaixo. Os meses de abril e novembro (até 19/11) registraram inclusive mais saques do que depósitos.

Captação líquida poupança - 2014 x 2013

Captação líquida poupança – 2014 x 2013

 

Um outro fator que explica a perda do apelo da poupança é que o rendimento dela tem ficado pouco acima da inflação medida pelo IPCA, principalmente depois que a nova regra de remuneração da poupança passou a valer em maio de 2012. Como exemplo, a poupança remunerada pela nova regra (o que chamamos de “poupança nova”) em 2013 foi de apenas 5,81%, perdendo da inflação do IPCA naquele ano, que ficou em 5,91%. Em 2014, até outubro, a poupança nova está rendendo 5,85% contra uma variação do IPCA de 5,05% para o mesmo período.

Poupança x IPCA - taxas anuais

Poupança x IPCA – taxas anuais. Dados de 2014 até o mês de outubro.

 

Ainda assim, se analisarmos o período desde o início do Plano Real (jul/1994) até o final de out/2014, a poupança supera bem a inflação medida pelo IPCA. Um investimento de R$ 100 em 01/jul/1994 estaria valendo R$ 934,12 em 01/nov/2014. Os mesmos R$ 100 corrigidos pelo IPCA do período valeriam hoje R$ 467,52.

Poupança x IPCA - Retorno acumulado

Poupança x IPCA – Retorno acumulado

 

Tarifas da conta poupança

Entretanto, deve-se estar atento às tarifas de movimentação da conta poupança adicionais aos serviços considerados essenciais pelo Conselho Monetário Nacional e que devem ser gratuitos. Veja abaixo:

 

Serviços Gratuitos da conta poupança

– Fornecimento de cartão com função movimentação;

– Fornecimento de segunda via do cartão, exceto nos casos de pedidos de reposição formulados pelo correntista, decorrentes de perda, roubo, furto, danificação e outros motivos não imputáveis à instituição emitente;

– Realização de até dois saques, por mês, em guichê de caixa ou em terminal de autoatendimento;

– Realização de até duas transferências, por mês, para conta de depósitos de mesma titularidade;

– Fornecimento de até dois extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos trinta dias;

– Realização de consultas mediante utilização da internet;

– Fornecimento, até 28 de fevereiro de cada ano, do extrato consolidado, discriminando, mês a mês, os valores cobrados no ano anterior relativos a tarifas; e

– Prestação de qualquer serviço por meios eletrônicos, no caso de contas cujos contratos prevejam utilizar exclusivamente meios eletrônicos.

A regulamentação estabelece também que a realização de saques em terminais de autoatendimento em intervalo de até trinta minutos é considerada como um único evento. (fonte: Banco Central do Brasil)

 

Aniversário da poupança

A data de aniversário da conta poupança é o dia da sua abertura, sendo que a data de aniversário das contas abertas nos dias 29, 30 e 31 será o 1° dia do mês seguinte. Esta data é utilizada como referência para a remuneração mensal.

Uma única conta poupança pode ter várias datas de aniversário, ou seja, para cada depósito efetuado em data diferente, é criada uma nova data de aniversário.

Quando a data de aniversário cai em dia que não é útil (sábado, domingo ou feriado), a remuneração da poupança será creditada no primeiro dia útil subsequente.

 

Resgate antecipado

É possível efetuar o resgate da poupança em qualquer momento, mas ao se resgatar antes da data de aniversário, não serão creditados os rendimentos do período entre a última data de aniversário e a data de resgate, já que os rendimentos são calculados mensalmente considerando a data de aniversário.

 

Remuneração da Nova Poupança

Para os depósitos efetuados a partir do dia 04 de maio de 2012, quando a taxa Selic for igual ou menor que 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da meta da taxa Selic ao ano (mensalizada) + TR (Taxa Referencial). Quando a taxa Selic for superior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês + TR, ou seja, vale a regra antiga.

 

Remuneração da Antiga Poupança

Para os depósitos efetuados antes do dia 04 de maio de 2012, vale a regra antiga da poupança, ou seja, 0,5% ao mês + TR.

 

Abertura de conta poupança

Para a abertura de  uma conta poupança, não é necessário ser correntista do banco e são necessários os seguintes documentos:

– CPF (cópia e original);

– Documento de identidade (cópia e original);

– Comprovante de residência (cópia e original);

Mesmo quem tem menos de 16 anos pode abrir uma conta poupança, desde que assistido por pais ou responsáveis.

 

Conta poupança para Empresas

Ao contrário do que se possa imaginar, as regras da conta poupança para as pessoas jurídicas com fins lucrativos têm regras um pouco diferentes. Vale citar:

– Existe tributação. Os rendimentos são tributados pelo Imposto de renda a uma alíquota de 22,5%;

– O saldo é remunerado trimestralmente e o crédito efetuado na data de aniversário;

 

A poupança é uma boa opção para quem procura um investimento com baixo risco, que oferece liquidez diária e rendimento garantido. Mas analise também outras possibilidades e, antes de aplicar o seu dinheiro em qualquer investimento, considere o seu perfil de investidor, a taxa de retorno, o tempo que poderá deixar o dinheiro investido, a idoneidade da instituição financeira e os riscos envolvidos na operação.

Veja como está o rendimento da poupança frente aos fundos de investimento DI, Renda Fixa e Multimercado. Bons investimentos!

LEIA TAMBÉM:
- Como investir com pouco dinheiro
- O que é e como investir em LCI
- Cotação do dólar hoje

 

Caso queira comentar este e outros textos, por favor, encaminhe uma mensagem para contato@minhaseconomias.com.br